LANCHONETE
DETAILS DETALHES
NEWS NEWS
ARCHIVE ARQUIVO
MASH-UP MASH-UP

LANCHONETE

Lanchonete invites 32 guest artists from around the world and different parts of Brazil into a time- and site-specific artist residency project in the center of São Paulo.

Lanchonete is a place and a project. The overall project lasts five years, and consists of two phases lasting two-and-a-half years each. The first phase, building a platform of support and solidarity, is a prerequisite to inhabiting a physical lanchonete during the second phase.

In the center of São Paulo, and across the vast city, the lanchonete (or lunch counter) is one of the only places where people in different economic classes share middle ground. Unlike new-construction-restaurants, lanchonete in the older part of the city typically have open fronts – or corners – rather than doors, making them porous and easy to enter or pass through. These ubiquitous lunch counters and their longstanding tradition present an alternative to the homogenizing effect of advanced gentrification on public space.

The lanchonete will have a staff and operate as a business; 32 international and Brazil-wide artists-in-residence will live in a suite of adjacent apartments for periods of four months each, four at a time. Local artists and cultural organizers will join the project through residency and publications activities co-produced with PIVÔ art space in the bottom of the historic Copan Building. The lanchonete, residency apartments and PIVÔ form a triangle of urban space. This urban corridor is the space of the Lanchonete artist residency, with the restaurant serving as the nucleus (or power source) of the project.

The five-year duration of Lanchonete is both ephemeral and enduring long enough to take necessary risks and serve as a station of witness in a fast-changing neighborhood for which population growth and change have outpaced urban planning.

As the major cities of the world move from limited to contested space for a variety of reasons (e.g. rural to urban migration, immigration, forced mobility, traffic jams, beautification projects, and the exorbitant prices paid for convenience) and because those institutions, groups and people with the most agency and means get priority access to prime real estate, a simple question must be asked: Can diverse neighborhoods persist and survive near epicentres of capital?

Lanchonete asks that question in a different way:

If artists are empowered to innovate on a large enough scale to interrupt the status quo, what would that look like?
Lanchonete convida 32 artistas de todo o mundo e de diferentes partes do Brasil para um projeto de residência artística site-specific no centro de São Paulo.

Lanchonete é um lugar e também um projeto. Sua duração total é de cinco anos, e consiste em duas fases que duram dois anos e meio cada. A primeira fase, que trata de construir uma plataforma de apoio, é pré-requisito para a constituição da lanchonete como lugar físico na segunda fase.

No centro de São Paulo – e também por toda a cidade – a lanchonete é um dos poucos locais em que pessoas de diferentes classes econômica dividem o mesmo espaço. Diferentemente da construção dos restaurantes, a lanchonete típica do centro da cidade tem, em vez de portas, sua frente ou laterais abertas, concedendo ao estabelecimento um caráter poroso e facilitando a entrada e saída de pessoas. A lanchonete e sua longa tradição apresentam uma alternativa para o efeito homogeneizador da avançada gentrificação nos espaços públicos.

A lanchonete contará com funcionários e deve operar como um negócio; 32 artistas-residentes – do Brasil e de outras partes do mundo – vão ocupar um prédio adjacente à lanchonete por um período de quatro meses cada, quatro artistas de cada vez. Os artistas locais e produtores culturais vão se juntar ao projeto por meio de atividades e publicações coproduzidas com o centro cultural PIVÔ, localizado no histórico edifício Copan. Desse modo, será formado um triângulo urbano entre a lanchonete, a residência dos artistas e o PIVÔ. Esse corredor urbano é o espaço do Lanchonete como residência artística, com o restaurante servindo como núcleo (ou fonte de energia) para o projeto.

Os cinco anos de duração do Lanchonete é ao mesmo tempo efêmero e duradouro o bastante para correr os riscos necessários e servir como uma estação, que testemunha as rápidas mutações pelas quais passam o bairro, em que o crescimento e a mudança da população ultrapassam o planejamento urbano.

Assim como as principais cidades do mundo, São Paulo se movimenta em um espaço limitado e contestado por uma infinidade de razões (migração rural-urbana, imigração, mobilidade forçada, os engarrafamentos, os projetos de embelezamento e os preços exorbitantes pagos por conveniência, por exemplo). E porque essas instituições, grupos e pessoas com o mais poder e meios de agenciamento ganham prioridade no acesso aos melhores pedaços do setor imobiliário, uma simples questão deve ser feita: conseguirá essa diversidade de vizinhança persistir e sobreviver nos grandes epicentros das capitais?

Lanchonete faz a pergunta de uma maneira diferente:

Se os artistas se empoderarem para inovar em uma larga escala com o objetivo de interromper esse status quo, como ficaria essa situação?

DETAILS DETALHES

Lanchonete is a project conceived by Todd Lester. It takes the form of a Brazilian non-profit, membership association, Associação Espaço Cultural Lanchonete.

The project coordinator is Isabel Gandia.

For more information and to invite a fei$hoada to your community, please contact saopaulolanchonete@gmail.com
Lanchonete é um projeto concebido por Todd Lester, que toma forma oficial sob a, Associação Espaço Cultural Lanchonete.

A coordenadora do projeto é Isabel Gandia.

Para levar uma fei$hoada para sua comunidade, entre em contato com saopaulolanchonete@gmail.com

Donations are needed to make the Lanchonete dream come true. Precisamos de doações para transformar o sonho do Lanchonete em realidade.

Partners: Parceiros:
PIVÔ is a non-profit cultural association founded in 2012. Its focus is organizing experimental artistic activities that promote critical discussion in the fields of art, architecture, urbanism and other contemporary expressions. O PIVÔ é uma associação cultural sem fins lucrativos fundada em 2012. Seu foco é a organização de atividades artísticas experimentais que promovam a discussão crítica no campo das artes, arquitetura, urbanismo e outras expressões contemporâneas.
Residency Unlimited (RU) is an artist-centered organization that supports the creation, presentation and dissemination of contemporary art through strategic partnerships with collaborating institutions. RU produces customised residencies for New York based and international artists and curators at all stages of their careers. A Residency Unlimited (RU) é uma organização artística que apoia a criação, apresentação e disseminação da arte contemporânea por meio de parcerias estratégicas com instituições colaboradoras. A RU produz residências customizadas para artistas sediados em Nova Iorque e em outras partes do mundo, e para curadores em qualquer estágio da carreira.

NEWS NEWS

The Lanchonete project sends occasional newsletters whenever it has good news to share, including the forthcoming Open Call. Please enter your e-mail address below to subscribe for the Lanchonete newsletter.
O projeto Lanchonete manda newsletters esporádicas, sempre que tem algo bom para dividir, incluindo as futuras Open Calls para os candidatos a residência. Deixe seu e-mail para assinar a nossa newsletter.

E-mail:

Please enter a valid e-mail address. Success. Please check you inbox for confirmation.
The Residency Unlimited (RU) platform hosts an ongoing blog series and anticipated dialogue on making and implementing the Lanchonete project. No site da Residency Unlimited (RU) pode ser encontrado o blog que antecipa o diálogo sobre a produção e implementação do projeto Lanchonete.
A text and photo essay on Lanchonete by Todd Lester and Pedro Marques was invited for the SARAI Reader 9: Projections. O ensaio com texto de Todd Lester e fotos de Pedro Marques foi convidado para o SARAI Reader 9: Projections.

ARCHIVE ARQUIVO

Lanchonete took part in the New Museum's IDEAS CITY Street Festival. Members of the Associação Espaço Cultural Lanchonete interacted with festival goers from behind a food cart, borrowing from the methodology used to engage neighborhood residents in São Paulo in order to have their input and permission to do Lanchonete. O Lanchonete participou do IDEAS CITY Street Festival, do New Museum. Membros da Associação Espaço Cultural Lanchonete interagiram com os participantes operando um carrinho de comida.
A text and photo essay on Lanchonete by Todd Lester and Pedro Marques was invited for the SARAI Reader 9: Projections. O ensaio com texto de Todd Lester e fotos de Pedro Marques foi convidado para o SARAI Reader 9: Projections.
In Brazilian Portuguese, both Wednesday and Saturday lunch are called feishoada. As R&D for Lanchonete, these itinerant events – termed ‘fei$hoada’ – punctuate the first half of a five-year project, one that begs an overriding question in São Paulo and other places ... How do we live with money? See details for inviting a fei$hoada to your community. No Brasil, quartas-feiras e sábados são os dias oficiais da feijoada. Os eventos itinerantes que aqui foram chamados de fei$hoada servem como ferramenta de pesquisa e desenvolvimento para o Lanchonete, pontuando a primeira parte do projeto de cinco anos com uma questão primordial para São Paulo e outros lugares... Como vivemos com o dinheiro? Veja mais detalhes para convidar o fei$hoada para a sua comunidade.
Residency Unlimited (RU) interviewed Lanchonete founder and artistic director, Todd Lester at the beginning of the project’s 5-year run. The RU platform will host an ongoing blog series. documenting the making of Lanchonete. A Residency Unlimited (RU) entrevistou o fundador e diretor artístico do Lanchonete, Todd Lester, no começo do projeto que tem cinco anos de duração. O site da RU hospeda um blog que é atualizado com a documentação da produção do Lanchonete.
In addition to its typical functionality, Lanchonete’s Facebook page is an archive of advice given to the project by trusted peers and in presentational settings.
A página do Facebook, além de suas funcionalidades usuais, também apresenta os conselhos e dicas recebidos ao longo das apresentações do Lanchonete pelo mundo.
Lanchonete’s first website was launched in October 2012 right before the project launch – and first fei$hoada – in São Paulo. Member of Associação Espaço Cultural Lanchonete, Niki Singleton created its unique design, which is now used as the masthead for the project’s Facebook page. O primeiro site do Lanchonete foi lançado em outubro de 2012, um pouco antes do início do projeto – e da primeira fei$hoada – em São Paulo. Niki Singleton, membro da Associação Espaço Cultural Lanchonete, criou esse site singular, que hoje é utilizado como base para o projeto na página do Facebook.

MASH-UP

Lanchonete is a celebration of and experiment in artistic witnessing and poetic analysis. When artists involve themselves in social issues in a new place, they must first learn a community’s rhythm and frequency of change. By patiently watching, synthesizing information, and asking permission from the community, they get to offer 'outsider' insights that complement 'insider' knowledge. This is the approach Lanchonete has taken since 2005 in the center of São Paulo. Lanchonete is inspired and fueled by the work of many local artists as well as other international projects following a similar approach: O Lanchonete é uma celebração e uma experimentação de um testemunho artístico e de uma análise poética. Quando o artistas se envolvem em questões sociais em um novo lugar, eles devem primeiro entender o ritmo da comunidade e a frequência da mudança. Assistindo pacientemente, sintetizando informações e pedindo permissão para a comunidade, eles podem oferecer insights na posição de outsider, que podem complementar o conhecimento do insider. Essa foi a posição que o Lanchonete tomou desde 2005 com o centro de São Paulo. O Lanchonete é inspirado e alimentado com o trabalho de muitos artistas locais, bem como de outros projetos internacionais como estes:

Núcleo Cultural São João is an art studio, library and series of events at the Occupation São João. O Núcleo Cultural São João funciona como um estúdio de arte, biblioteca e sedia eventos no Ocupação São João.
PIVÔ is a non-profit cultural association founded in 2012. Its focus is organizing experimental artistic activities that promote critical discussion in the fields of art, architecture, urbanism and other contemporary expressions. O PIVÔ é uma associação cultural sem fins lucrativos fundada em 2012. Seu foco é a organização de atividades artísticas experimentais que promovam a discussão crítica no campo das artes, arquitetura, urbanismo e outras expressões contemporâneas.
PAPA (Participating Artists Press Agency) is an internationally curated network of artist-correspondents. PAPA is nomadic and works from temporary offices in cities all over the world. O PAPA (Participating Artists Press Agency) é uma rede internacional curada por artistas correspondentes. O PAPA é uma rede nômade e trabalha com escritórios temporários em vários cidades do mundo.
Museo de los Desplazados is a platform created by Left Hand Rotation in collaboration with local partners to analyze the role of culture in the process of gentrification. This video on Bairro da Luz is one byproduct of their work. O Museo de los Desplazados é uma plataforma criada pela Left Hand Rotation em colaboração com parceiros locais para analisar o papel da cultura na gentrificação. Este vídeo no Bairro da Luz é um produto conjunto do trabalho deles.