Lanchonete
Lanchonete

sobre

De 2013-2017, Lanchonete.org foi uma plataforma cultural conduzida por artistas, focada em como pessoas vivem e trabalham, navegam e compartilham a cidade contemporânea, tendo São Paulo como panorama. O nome vem dos onipresentes balcões das lanchonetes — pontos de comércio amigáveis, sem barreiras, laboriosos e com suas luzes brancas — que ocupam todas as esquinas da cidade. Lanchonete.org foi sobre problemas que cidades grandes encaram, as diferentes formas de “poder urbano”, e o Direito à Cidade, não como uma maneira de definir esses conceitos… mas de esticar a plataforma o máximo possível para considerar diversos pontos de vista. Agora, Lanchonete.org faz a sua transição para a Associação Espaço Cultural Lanchonete.


fechamento

O futuro da Lanchonete.org é a chamada aberta. Enquanto o projeto de 5 anos da Lanchonete.org acabou, você pode ver as ações culminantes, que se concentram apenas na lanchonete física, na rua Paim, no programa de encerramento abaixo.


pessoas

clique aqui para fazer o download da ficha técnica de participantes.

 

Joel Borges 

Produtor Cultural: Em 1996 fundou a Associação IXKIZIT (Associação para a Promoção de Criação Contemporânea) em Paris. Em 2001, Joel Borges foi premiado com o programa de residência da Villa Kujoyama em Kyoto, Japão. Entre 1999 e 2006, desenvolveu e executou vários programas de cooperação internacional para intercâmbios artísticos de grande âmbito geográfico, com o apoio da União Europeia, dentro do contexto do programa Culture 2000. Diretor-geral dos projetos da Casa das Caldeiras, São Paulo, Brasil, desde 2008. Presidente da Associação Lanchonete.org desde 2012. Fe parte do grupo de gestão do residencias_en_red (rede de 28 espaços de arte e cultura no território iberoamericano).


Nazaré Brazil é coordenadora do Centro Cultural São João, trabalhou no projeto Ocupação Cultural, como coordenadora de espaço e ministrou a oficina de pintura em 2011 e 2012. Ativista Social e Cultural; Articulações com Movimentos de Moradias (Ocupações) Ativismo Cultural junto aos Moradores das Ocupações para realizações das Atividades Culturais, Curadora e Coordenadora de Oficinas: Produção de Sarau Cultural, Capoeira, Teatro, Evento Beneficente de Arte e Cultura, Café Imaginário, Agente Comunitária de Cultura da prefeitura de São Paulo com o projeto Café Imaginário. Participa de cursos de formação na área cultural.


Paulo Bueno (graphic design and photography)

http://cargocollective.com/paulobueno


Thiago Carrapatoso é jornalista, especialista em Comunicação, Arte e Tecnologia e mestre pelo Center for Curatorial Studies (CCS) na Bard College, em Nova York. Foi um dos fundadores da Casa de Cultura Digital; um dos idealizadores do Movimento Baixo Centro; autor da pesquisa A Arte do Cibridismo, realizada pela Funarte e ganhadora do prêmio de melhor estudo sobre arte pela Fundação Bienal de São Paulo; curador do ciclo Cidade Queer, financiada pela fundação canadense Musagetes; e coordenador do Google Cultural Institute no Brasil, fornecido pela Accenture. (2012/2013-2016)


Tarcísio de Oliveira Carvalho é comerciante, trabalha há mais de 28 anos em seu bar na rua Paim. O ambiente é simples e tradicional e reúne toda semana amigos e familiares. Recentemente Tarcísio começou a colaborar com o Lanchonete.org, e juntos desenvolveram festas, comidas, conversas e eventos culturais.


Coletivo COLETORES é um Coletivo de arte/intervenção urbana, formado em 2008 na periferia da Zona Leste da Cidade de São Paulo pelos artistas Toni William e Flávio Camargo. Com um histórico de ações que pensam a cidade, as pessoas e as relações entre arte, cidade, tecnologia e o público, o coletivo COLETORES procura ao longo de sua trajetória, caminhos que explorem as diferentes formas de jogar e interagir com a cidade. Desde o ano de 2016 o Coletores tem Colaborado com o Lanchonete.org realizando uma série de projetos que promovem a articulação entre o território, memória e corporalidade. Durante esses três anos de atividades, o Coletores pode contribuir com as mais variadas ações como: Cidade QUEER, Portas Abertas – Goethe Institut, O museu da Vizinhança – Paim, 13ª Bienal de Arte contemporânea de Dakar e o projeto Corpos Cartográficos que foi realizado como programação paralela a 33ª Bienal de Arte Contemporânea de São Paulo.

 

https://www.facebook.com/coletorescoletivo/

http://saomateusemmovimento.org/medialab/

https://www.youtube.com/channel/UCC7-Y_kXrCoNVAI1S8k0aWg

www.dasding.org/coletores

E-mail arslab@hotmail.com


Larissa Costa é arquiteta recém-formada e moradora da rua Paim, no centro de São Paulo. Trabalha com projetos residenciais em um escritório de arquitetura. Participou de projetos sociais como o lanchonete.org, uma plataforma de incentivo a cultura, e o projeto FICA,  que visam encarar a gentrificação no centro de São Paulo. (2017-2018)

 


Renato Cymbalista  é docente do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto, grupo de disciplinas Urbanização e Urbanismo. Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (1996), mestrado em Estruturas Ambientais Urbanas pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (2001) e doutorado em Estruturas Ambientais Urbanas pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (2006). Coordenador do núcleo de urbanismo do Instituto de Estudos, Formação e Assessoria em Políticas Sociais (2003-2008). Pesquisador de Pós doutorado do IFCH-UNICAMP, no projeto temático “Dimensões do Império Português” (2008-2010). Parecerista ad hoc FAPESP. Editor Adjunto da Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais (2010-2012). Presidente do Instituto Pólis (desde 2012). (Texto informado pelo autor)


Raphael Daibert é pesquisador, curador, produtor cultural e ativista, baseado em São Paulo, Brasil. Mestrando em Art Praxis no Dutch Art Institute. Editor Assistente na plataforma ArtsEverywhere e pesquisador no grupo de estudos “Fazendo gestos em direção a futuros Decoloniais” na Universidade de British Columbia. Membro fundador do Lanchonete.org. Trabalha na interseção entre a curadoria e a produção de diferentes projetos de arte engajada, em torno de gênero & sexualidade, decolonialidade, migrações, o direito à cidade e pedagogias. (*2012-2018)



Laura Daviña é designer gráfica, busca em sua prática a experimentação e o cruzamento entre design gráfico e artes visuais. Atua como editora de arte desde 2007, tanto no campo editorial quanto em projetos independentes e experimentais. Foi gestora do espaço autônomo .Aurora, onde nasceu Edições Aurora, da qual fez parte e coordenou.


Isabel Gandía nasceu e cresceu em San Juan, Puerto Rico, e vive em Nova York há cinco anos. formada em Artes Visuais, e mestre em Gestão de Arte e Cultura do Pratt Institute, NY. Equilibra a vida entre o trabalho em cenários dentro do departamento de vestuários para filmes e televisão, coordenando projetos artísticos e documentando viagens a músicas. (*2013-2017)


Thiago Correia Gonçalves vive e trabalha em São Paulo e em Nova York. Estudou Cinema na FAAP (SP-BR) e arquitetura na Escola da Cidade (SP-BR) e na Architectural Association (LDN-UK). Dentre as instituições nas quais ele já mostrou trabalhos estão: Niklas Schechinger Gallery (2014), Hamburgo (DE); Vitrina, MASP (2014); Memorial da América Latina (2014); Centro Cultural São Paulo (2013), (SP-BR) ; Casa de Cultura Mário Quintana (2013) and Galeria Península (2014) em Porto Alegre (BR); e o Dox Center em Praga (CZK).(*2013, 2014 & 2015)

 

http://cargocollective.com/thiagocg

 


Abdoulaye Guibila tem 28 anos e é de Burkina Faso. Chegou no Brasil com o sonho de trabalhar e poder aprender mais sobre a culinária e as técnicas da cozinha. Inicialmente trabalhou em obras para poder se manter, até conseguir fazer o trabalho que realmente gosta, cozinhar. Conheceu a Gastromotiva, onde aprendeu técnicas de cozinha e ao mesmo tempo o sistema da culinária brasileira. Foi vencedor do concurso de sobremesa da KENZO DO BEM, avaliado pelo masterchef do Brasil Fogaça. Foi uma experiência muito grande para ele, e começou a pensar em levar a Gastromotiva para o Burkina Faso. Integrou ao grupo do Lanchonete.org, onde fez muitos eventos com o coletivo, e pôs em prática muito do que havia aprendido durante seu período na Gastromotiva. (2017-2018)


Todd Lanier Lester é artista, escritor, e produtor cultural. Ele vive em São Paulo, onde trabalho com o Lanchonete.org — um projeto focado no direito à cidade — com um grupo de outros residentes da cidade. Todd fundou freeDimensional, uma rede que ajuda artistas em perigo, ao promover lugares seguros, pela participação em residências artísticas. Ele é Membro Sênior no World Policy Institute e Associado de Pesquisa com ambos o Laboratório para Outros Urbanismos na Universidade de São Paulo e “Culturizing Sustainable Cities”, na Universidade de Coimbra. Todd serve como assessor a organizações de arte, direitos e literatura, na India, Mexico, Brasil, Alemanha e Estados Unidos. (*2012-

2018)


Daniel Lühmann trabalha principalmente com tradução, edição, e tudo o que é escrito; dentre os autores traduzidos ao português por ele, estão Emmanuel Carrère, Philip K. Dick e Georges Perec. Ele também está entrando no campo de dança contemporânea com vídeos e outros materiais textuais. (*2013-2017 ; traduziu materiais entre português e inglês ao longo do processo do Lanchonete.org.)


Leandro Moraes é fotógrafo e documentarista há doze anos, colabora para veículos nacionais e internacionais como Folha de S.Paulo, Revista Época, Portal UOL, Jornal Liberation, dentre outros, e também para mídias independentes como Mídia Ninja e Revista Vai da Pé. Além de matérias e retratos para veículos de comunicação se dedica à projetos autorais que, em sua maioria, envolvem questões políticas e sociais. (2017-2018)

https://cargocollective.com/leandromoraes


Kadija de Paula combina comida, texto e performance para criar situações e happenings que questionam o valor do trabalho, recursos e práticas sociais. Ela é autora e editora de publicações independentes, e já apresentou seu trabalho de pesquisa, performance e artes visuais em seminários, exposições e happenings no U-Jazdswski Castle Varsóvia, AZB Skulptur Platz Zurique; 67 Ludlow Street Gallery Nova York; Sesc e Casa do Povo São Paulo; FLUCA Austrian cultural pavilion Plovdiv; Q21 Museums Quartier Viena; Wachauarena Melk; 32ª Bienal de São Paulo; MATADERO Madrid; Villa Romana Florença; Jan van Eyck Academie Maastricht; Casa Daros Latinamerica; United Nations University Tóquio; ArteBA; e MAM Medellín, entre outros.


Thiago de Paula Souza nasceu em São Paulo e cresceu entre a megalópole louca e seus entornos. Ele possui uma graduação em Ciências SOciais e trabalha como educador no Museu Afro Brasil, em São Paulo. Thiago tem interesse em antropologia e educação, e pesquisa campos relacionados a questões raciais no Brasil, a diáspora africana e migrações contemporâneas africanas.

 


Demétrio Portugal. Arte, cultura e transformação social, são o foco dos projetos que desenvolve como criador, gestor, curador e produtor. Participação em coletivo junto à plataforma Lanchonete.org; inicializador da AVXLab (Laboratório de expressões audiovisuais), do ALTav (Rede do Audiovisual Expandido), MatilhaCultural (Centro Cultural Independente). Possui trabalhos artísticos em audiovisual expandido, intervenção urbana e fotografia. (2016)

http://DEMETRIOCULTURA.NET


Gian Spina estudou cinema, história, filosofia e diversas línguas. atualmente dedica-se ao estudo do árabe, a poesia e a temas que dialogam com a história das idéias, a da ocupação da subjetividade assim como a materialização do poder no espaço público. participou da residência artística do CAPACETE em Atenas junto a Documenta 14 no ano de 2017. nos últimos 10 anos participou de uma série de exposições e projetos dos mais diversos em países como África do Sul, Grécia, Palestina, Jordânia, Alemanha, França, Espanha; trabalhou como professor na Escola da Cidade em São Paulo e na Art Academy of Palestine em Ramallah, Palestina. Em 2011 obteve a bolsa de estudos Rotary Club de Offenbach am Main. Teve como professores a filósofa Julianne Rebentisch assim como Fabien Vallos, por quem foi orientado em sua tese de mestrado. escreve, hoje, para o World Policy Institut e o Arts Everywhere. em 2016 foi contemplado pelo edital exposição individual no Centro Cultural São Paulo com a obra “Tanto Tudo” . cruzou o vale do Jordão e o west bank a pé.

 

http://gianspina.com


Paula Van Erven é artista visual, vive e trabalha em São Paulo, SP. (2017-2018)


Leandro Viana é fotógrafo freelancer, baseado em Nova York, originalmente de São Paulo, Brasil. Após entrar no campo através da moda, editorial, and da fotografia de publicidade, mais notavelmente na DPZ, uma das principais agências de publicidade no Brasil, Leandro começou a documentar questões sociais como a imigração, refugiados, e direitos humanos.

(para fora: Dhaka, Bangladesh para o festival Chobi Melo)

http://www.leandroviana.com


Lorena Vicini vem de São Paulo, trabalha como editora e gestora cultural, e atualmente é estudante de Doutorado na Kunsthoschule Kassel. É jornalista e possui mestrado em literatura alemã (Universidade de São Paulo). De 2015-2017, coordenou o projeto “Episódios do Sul”, no Goethe-Institut São Paulo, no qual ela desenvolveu projetos visando descolonizar saberes, à partir de uma perspectiva do “sul”. Lorena é co-autora das seguintes publicações: “Inspirador: Diretrizes Internacionais para a Gestão Cultural Sustentável” e “Desenvolvendo identidades para melhorar a Coletividade.”


ASSOCIAÇÃO ESPAÇO CULTURAL LANCHONETE (conselho)

Joel Borges, President (atual)

Nazaré Brasil (atual)

Francisca Caporali (passado)

Ângela Destro (atual)

Todd Lanier Lester (atual)

Leandro Viana (passado)

Lorena Vicini (atual)

Camila Camargo Corazza & Erika Spalding (Barbosa e Spalding Advogados)

PREPARAÇÃO DE COMIDA: Pipa, Abdoulaye Guibila, Kadija de Paula, Jonas Van Holanda, Adler Murada, Ingrid Cuestas, GastroMotiva, Cidades sem Fome, Café Imaginário, Fechado para Jantar.

FOTOGRAFIA: Além de Leandro Viana, Leandro Moraes, e Danila Bustamente, que se juntaram ao processo do Lanchonete, também trabalhamos com vários fotógrafos/as independentes, incluindo o Paulo Bueno, Mayra Azzi, e Marina Rago.)

 

symbol-chain